CHEGANDO NA CAPADÓCIA

por | out 28, 2015 | Turquia

Comecei a escrever esse post faz dois dias e apaguei pelo menos 3 vezes, essa parte da viagem foi tão incrível que é até difícil de explicar! Na Capadócia o Feed Your Soul teve uma participação especial, uma empresa de turismo (Kleos Tourism & Travel) auxiliou a gente durante todo o processo e eu não me arrependo nem por um minuto, com certeza foram os melhores dias das nossas vidas. ATÉ AGORA, né. Bom, para não deixar nada de lado, decidi dividir a Capadócia em etapas.

Vamos retomar da parte que pegamos um avião em Istambul para uma cidade chamada  Kayseri, onde NINGUÉM falava inglês e entramos no ônibus com uma certa incerteza do destino final.

CALMA, pausa para o banheiro do aeroporto de Kayseri.

IMG_2455

Ok, continuando. Como realmente estávamos em um ônibus que não ia para o nosso destino final, o motorista deixou a gente em um posto confiável perto de Göreme para que a gente pudesse chamar um táxi. Chegamos no hotel já era quase 1:00 da manhã, eu só queria abraçar o taxista (que ao contrário de Istambul, cobrou um valor super justo).

21

20

Na primeira noite fizemos reserva em um hotel chamado Spelunca, não sei o significado dessa palavra para eles, mas com certeza não era uma espelunca, era lindo. Um senhor estava esperando a gente chegar, muito fofo, fez o nosso check-in e foi embora. Nós deixamos as coisas no quarto e saímos para comer, a cidade é BEM pequenininha então todos os hotéis da região ficavam perto do centro. (Göreme é apenas uma das regiões da Capadócia, existem outras, essa é a mais conhecida e turística)

16

17

Comemos, relaxamos um pouco e voltamos para o hotel, tudo que queríamos era dormir em uma cama quentinha e segura! Quando chegamos à noite, já dava para ver um pouco de como era a cidade, encantadora, mas na hora que eu acordei e abri a janela, quase chorei de tão bonito. Sério, essa foto aqui embaixo é a vista do nosso café da manhã no primeiro hotel. É tudo muito lindo, e é muito diferente de tudo que eu já tinha visto, parece de outro mundo!

18

O café da manhã era bem gostoso, mas alguns dos itens eram bem diferentes do que estamos acostumados aqui no Brasil. Tinha queijos, iogurte caseiro, mel, algumas frutas (o melão é o mais doce que eu já comi), PEPINO, TOMATE, AZEITONA… e claro, chá.

IMG_2485

Depois do café arrumamos tudo e nos preparamos para ir para o outro hotel. Vocês acreditam que o rapaz que estava trabalhando no Spelunca, se ofereceu para levar a gente de carro para o outro hotel? Mesmo sendo do lado, e ainda perguntou se podia dar uma volta e mostrar alguns lugares antes de irmos. Pense, estávamos indo embora do hotel dele e ele ainda quis passear e nos mostrar um pouco da cidade. Ah, e ele estava ouvindo “Ai se eu te pego” no carro, acreditam? Não? Tem vídeo no meu insta, aproveita e já me segue!

Clique aqui para ouvir “Ai Se Eu Te Pego”

Fomos conhecer a casa onde foi gravada a novela “Salve Jorge”, o que não fez diferença para mim porque eu não vejo novela, mas mesmo assim é legal contar que fui. Depois ele levou a gente conhecer um mirante com vista panorâmica de Göreme, não vou falar nada, só olhem.

15

14

Lá em cima também tinha uma vendinha com lenços, agendas, balões e várias coisas para turistas comprarem. Como eu era turista, também comprei né.

12

Depois do passeio ele levou a gente para o novo hotel (Cappadocia Cave land), nós ficamos com medo de não ser tão legal quanto o outro, mas ficamos MUITO felizes quando chegamos. O hotel era tão lindo quanto e fomos muito bem atendidos o tempo todo. Chegamos antes da hora, então convidaram a gente para ficar no terraço tomando chá de maçã até o nosso quarto ficar pronto. Sentamos em um terraço lindo e serviram o chá e biscoitinhos feito em casa.

13

2

25

Era tudo tão bonito que dava vontade de tirar foto até com a parede, as pessoas de lá devem ter achado meio estranho.

Quando nosso quarto ficou pronto, deixamos as coisas e saímos almoçar, era nosso primeiro dia inteiro lá e queríamos aproveitar.

11

Como não queríamos perder tempo, pedimos um wrap de frango com salada e iogurte, comemos em um banquinho conversando com um senhor australiano, e depois seguimos andando até o Open Air Museum. O Museu ao Ar Livre de Göreme faz parte da lista de Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1984 está entre os dois primeiros sítios da Turquia a fazer parte desta lista. Fica bem perto do centrinho, 1,5 km no máximo, e o caminho por si só já é incrível!

9

6

É muito incrível ver a história de perto, vocês sabiam que os primeiros cristãos se escondiam nessa região para não serem perseguidos? Nesse museu você consegue entrar nas antigas igrejas, tudo pintado à mão com cruzes e imagens. (No museu você consegue visitar por dentro com segurança, mas a região INTEIRA é repleta de relevos com janelinhas e marcas do passado).

24

7

Na volta do museu paramos em um café no centrinho para dar uma relaxada e experimentar alguma comida diferente. Pedimos um sorvete caseiro feito de leite com orquídeas selvagens, claro que rolou um raio gourmetizador nesse nome, mas o sabor era INCRÍVEL. O sorvete era durinho para comer com garfo e cremoso ao mesmo tempo.

23

1

3 4

5

O centrinho é muito charmoso também, tudo de pedra e com vários restaurantes e cafés. De noite eu pedi a sopa mais gostosa que já tomei, era Spanish Soup o nome, não conseguiram me explicar direito mas sei que era bem temperadinha e tinha espinafre e cuscuz.

10                 22

Bom, depois de tudo isso nós fomos dormir, porque no dia seguinte íamos acordar às 4 da manhã para fazer o nosso passeio de balão e depois íamos passar o dia fazendo passeio guiado. Ou seja, o dia seguinte seria o dia mais esperado de toda a viagem!

PS: Recomendo até o fim o hotel que ficamos (os dois), atendimento PERFEITO, hotel de família, todos muito honestos e simpáticos, sempre dispostos a ajudar. Vou deixar no próximo post uma lista com os hotéis, guias de turismo e restaurantes que fomos e recomendamos.

CURIOSIDADE: Sabiam que a região da Capadócia inspirou o cenário dos Flintstones??? Nas cidades subterrâneas que fomos conhecer, dava para ver certinho as pedras redondas que eram usadas como portas. Confiram nos outros posts sobre a Capadócia, aqui embaixo nos RELACIONADOS. =)

Renata é a criadora do blog, tem 27 anos e mora em Curitiba. É formada em Publicidade e Propaganda, pós-graduada em Marketing Digital e gosta de escrever sobre viagens, estilo de vida e veganismo . Tenta sair sempre da zona de conforto e das rotas turísticas, o objetivo é explorar cada cultura e dar dicas legais para pessoas que se identificam. Criou o blog com o objetivo de inspirar as pessoas, compartilhando fotografias lindas, dividindo seus hábitos e dando dicas de lugares que precisam ser conhecidos.

Relacionados

Comments

comments